06-07-danilo-paulinho-tati
Trio de craques: Danilo Alvim, Paulinho Ibiá e Tati no Uberaba
 
O médio Danilo Alvim, chamado de “Príncipe”, um dos maiores jogadores da história do Vasco, que jogou no esquadrão conhecido como “Expresso da Vitória”, no fim da década de 1950, e esteve na final da Copa de 50, encerrou a carreira no Uberaba Sport.
 
Em 1956, após passar pelo Botafogo, ele assinou com o USC como jogador e técnico. Em 57, quando queria ser somente treinador, Danilo teria feito sua última partida como atleta, em um amistoso entre Uberaba e Santos. O primeiro tempo terminou empatado e, no intervalo, o técnico teria dito: “Vou fazer esse segundo tempo”, entrando em campo e ajudando o Colorado a vencer.
 
No mesmo ano, o USC promoveu um torneio envolvendo o Rosario Central, da Argentina, e um combinado Fluminense-América do Rio. Danilo convidou seu amigo Zizinho, então no Bangu, a jogar pelo Uberaba. “Mestre Ziza”, o ídolo de Pelé, era então o melhor jogador da história do Brasil, até hoje um dos maiores de todos os tempos, bom em todos os fundamentos, vice-campeão na Copa de 50, craque daquele Mundial. Ele topou. Na época, era comum acertar com clubes para apenas alguns amistosos.
 
E foi de Zizinho o lançamento para o gol de Paulinho, contra o combinado do Rio. Entretanto, proibido pelo presidente do Bangu, “Mestre Ziza” não enfrentou o Rosario, apesar de toda a divulgação da partida, e disputou mesmo só um jogo pelo USC.

Parceiros 

anuncie boxe
 
sancelo
 
perfetto
 
corintiano
Scroll to top