28-07-constantino-2
Constantino atendendo a jogador no campo: mais de 45 anos de trabalho e torcida
 
Foi uma “visita de médico” a minha entrevista com o ortopedista Constantino Jorge Calapodopulos, daquelas bem sucintas, realistas, mas verdadeiras.
 
Dos 100 anos de existência do Uberaba Sport Club, 46 deles contaram com a dedicação do médico. A história de paixão pelo clube começou na década de 70, quando Constantino ainda era estudante de medicina. “Fui convidado a integrar a equipe do médico Renê Barsan, e lá se vão mais de 45 anos de trabalho e torcida”.
 
Conselheiro benemérito do clube e chefe do departamento de saúde do USC, Constantino fala com tristeza do ano do centenário sem títulos e com a frustração de não superar as expectativas do acesso à primeira divisão do campeonato estadual. “É o problema de sempre. A diretoria continua errando com contratações que não resultam em nada ao time e dá nisso. Uma pena para nós, torcedores, e para a cidade que perde com a ausência de um time que a represente no esporte, sobretudo no futebol, que é a paixão do povo brasileiro”.
 
Bastante decepcionado com a atual realidade do Colorado, Dr. Constantino relembra com saudade os bons momentos vividos com o seu time. “O Uberaba me proporcionou inúmeras emoções. Incontáveis e eternas. Vi o Pelé jogar aqui. Vi grandes jogos, grandes jogadores e vi o Uberaba fazer partidas memoráveis contra grandes times. Isso ninguém tira da gente. A história é o que o clube tem de mais valioso e que fica registrado para sempre, passando de geração para geração. Lá em casa todo mundo é colorado”, lembra o médico.
 
28-07-constantino-pele
O médico e o Rei: "Vi o Pelé jogar aqui. Vi grandes jogos, vi o Uberaba fazer partidas memoráveis contra grandes times. A história é o que o clube tem de mais valioso"
 
Mas ver o ídolo Pelé, no Uberabão, deixou de ser um dos mais marcantes momentos da sua carreira como médico esportista. Em 2010, o Uberaba Sport perdeu, na Justiça, o estádio Boulager Pucci e depois de passar um período como time itinerante, receber doações de todos os lados e ajuda da administração pública municipal, conseguiu erguer um novo centro de treinamentos. Após enquete, realizada no site oficial do clube, a torcida escolheu o nome do novo CT: Dr. Constantino Calapodopulos. “Uma homenagem inesperada, não é mesmo? Nós, principalmente no futebol, não estamos acostumados a ver este reconhecimento em vida. Geralmente, isso acontece quando a pessoa morre. No meu caso, ver o nome do centro de treinamentos com o meu nome e, sendo uma escolha dos torcedores, é para desmontar qualquer pessoa”.
 
Sim. Desmonta, mas também demonstra que os torcedores souberam valorizar os anos de atendimento gratuito ao Uberaba Sport Club. As dezenas de cirurgias realizadas sem remuneração. Os jogadores recuperados para jogos decisivos. Duas paixões que, juntas, fizeram do Dr. Constantino um dos nomes mais importantes do clube.
 
28-07-constantino-1
O ortopedista quer continuar ajudando o clube, mas como presidente, não
 
Voz ativa e participante dentro da instituição, não seria o médico um dos elegíveis presidentes do Uberaba Sport? Posso apostar que se houvesse uma nova enquete, Dr. Constantino teria 100% de aprovação, mas o médico garante que isso não acontecerá. “Apesar da idade e da experiência que ela nos traz, não tenho a pretensão de ser presidente do Uberaba Sport. É muita dor de cabeça. Muito problema. Continuarei ajudando na parte que me cabe, continuarei fazendo o que posso pelo clube, mas presidente não”, afirma.
 
Enquanto Calapodopulos não se torna presidente, ele continuará torcedor e, sobretudo médico e, consequentemente, o Uberaba Sport Club tem à disposição um dos mais respeitados ortopedistas do país, com um detalhe peculiar: Constantino é Colorado.

Parceiros 

uberabaja-ok
 
anuncie boxe
 
sancelo
 
perfetto
 
tanaarea
 
corintiano
Scroll to top